• Mayla Valenti

Se cada pessoa fizer a sua parte...‏



... ainda não será suficiente!

Olá, tudo bem? Hoje vamos falar sobre a importância da ação coletiva na busca da sustentabilidade. Quem nunca disse "se cada um fizer a sua parte..." pelo menos uma vez na vida levanta a mão! É, parece que não tem nenhuma mãozinha levantada aí do outro lado.. acertamos? :-) É que essa ideia de cada pessoa fazer a sua parte é muito difundida entre nós, ambientalistas e pessoas querendo fazer um mundo melhor. Talvez porque a gente faça pelo menos um pouco da nossa parte.. e aí parece que o mundo não muda porque as outras pessoas não estão fazendo a parte delas.. Mas na verdade não é beeem assim. As ações individuais cotidianas, como por exemplo, separar o lixo reciclável, economizar água ou comprar alimentos orgânicos nem sempre são suficientes ou até viáveis. O que adianta eu separar o lixo reciclável se a prefeitura não providenciar a coleta seletiva? Que diferença faz alguns litros de água que eu economizo em casa, se 40% da água tratada é desperdiçada no encanamento de distribuição? Como eu posso comprar orgânicos se eu não tenho acesso na minha cidade? A partir desses exemplos, podemos perceber que, muitas vezes, apenas a ação individual, não é suficiente para lidar com a complexidade da questão ambiental. Algumas questões exigem a atuação nas causas estruturais dos problemas ambientais. Nós, como cidadãs e cidadãos podemos atuar nesse âmbito por meio da ação coletiva organizada. É na convivência que muitas vezes reconhecemos nossa força, nossa criatividade e nossos potenciais. Nesse post vamos mostrar um exemplo inspirador de um movimento coletivo em defesa de uma área de cerrado em São Carlos (SP) para mostrar porque é preciso ir além da "sua parte".


Desde 2007, estudantes, professoras(es) e outras pessoas interessadas na causa ambiental em São Carlos vêm trabalhando em defesa de um fragmento de cerrado que fica dentro da Universidade Federal de São Carlos. A universidade tem planos de expansão e, para isso, pretende desmatar uma área de cerrado. No início, a proposta era desmatar 46 hectares de cerrado. Atualmente, devido às pressões do Coletivo do Cerrado, a proposta é retirar aproximadamente 14% dessa área para a construção de uma estrada que permita o acesso aos novos prédios da universidade. Mas o grupo que defende o cerrado vê outras possibilidades de acesso que não exigem o desmatamento e que, portanto, seriam muito mais coerentes com a conservação ambiental. Neste momento o Coletivo está realizando uma campanha pedindo apoio por escrito de estudantes universitárias(os), profissionais da área ou instituições e também assinaturas em uma petição online de qualquer pessoa interessada na causa para apresentar ao juiz que deverá tomar uma decisão sobre o caso em breve. Nós, da Fubá, também defendemos a conservação integral do cerrado e já enviamos nossa mensagem de apoio. Nós acreditamos que não podemos mais aceitar o desmatamento de novas áreas, já que quase não existe mais cerrado no Estado de São Paulo. Além disso, acreditamos que a universidade deva ser exemplo de sustentabilidade e não o contrário. Se você quiser saber mais sobre esta causa e como pode apoiar, entre no site do Coletivo do Cerrado aqui e acesse o Facebook do grupo aqui.


Nós resolvemos contar essa história por aqui, mesmo que de forma bem resumida, não apenas para divulgar a causa, mas também para mostrar que o movimento coletivo faz diferença. Mesmo com muitas dificuldades, a contribuição de cada pessoa que participou do Coletivo do Cerrado manteve o cerrado de pé. Se não fosse a atuação deste grupo, certamente esse fragmento de cerrado não estaria mais lá. Isso sem contar o aprendizado de cada participante do movimento, que foi e continua sendo enorme. Então, nós queremos mostrar que "cada pessoa fazer a sua parte" é apenas uma parte das ações necessárias. E que participar de movimentos coletivos, embora seja uma ação desafiadora, traz resultados transformadores! :-) Você concorda com a gente? Discorda? Tem alguma outra história pra contar? Tem alguma causa que gostaria de defender? Manda pra cá, compartilha com a gente no Facebook, ou no nosso blog. Vamos trocar ideias e quem sabe iniciar um movimento coletivo pela sua causa!

#AçãoColetiva #sustentabilidade #Inspiração #EducaçãoAmbiental #Biodiversidade #Transformação #Participação

Acessibilidade: nosso site possui audiodescrição das imagens como texto alternativo ou em caixas de texto. Quando possível, incluímos janela de LIBRAS.

Conteúdo inspirador sobre teoria em prática na educação ambiental direto no seu e-mail:

Entre em contato!

contato@fubaea.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Logo do FubáZINE