Entre em contato!

contato@fubaea.com.br

Conteúdo inspirador sobre teoria em prática na educação ambiental direto no seu e-mail:

Acessibilidade: nosso site possui audiodescrição das imagens como texto alternativo ou em caixas de texto. Quando possível, incluímos janela de LIBRAS.

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Logo do FubáZINE
  • Mayla Valenti

Água

Atualizado: 25 de Mar de 2019

Dia 22 de março é considerado o Dia Mundial da Água. Então, trouxemos algumas reflexões sobre o tema e dicas práticas para você contribuir com a conservação da nossa água. Os usos da água foram discussão no 8º Fórum Mundial da Água (18 a 23/03/2018) e no FAMA – Fórum Alternativo Mundial da Água (17 a 22/03/2018), realizados em Brasília-DF. No FAMA o foco foi a luta contra a tentativa de grandes corporações para se apropriarem de reservas e fontes naturais de água. É sempre bom ficarmos atentas e atentos em discussões como essa!

Aqui no Estado de São Paulo, os problemas relacionados à disponibilidade, uso e desperdício de água entraram com força em nossas conversas, a partir de um período em que a água parou de cair do céu, os reservatórios quase secaram. Ou seja, de repente, a gente viu que a água não era tão abundante quanto se supunha e que não era mais possível usá-la sem preocupação. Que a água é essencial para a vida, nós já sabemos. Além da sua importância vital para a existência de seres humanos e os demais seres vivos, todas as atividades humanas básicas necessitam da água. Muito além da água que bebemos e usamos para a higiene pessoal e das nossas casas, a água é fundamental para a geração de energia elétrica, em especial no Brasil, onde grande parte da energia gerada vem de usinas hidrelétricas. A água também é usada na agropecuária que é a maior consumidora de água no Brasil - em média 70% da água consumida no país é usada na agricultura e na pecuária. Ela ainda é fundamental para a indústria, que é a segunda maior consumidora de água no país. Quando olhamos assim, fica mais fácil entender que a complexidade das questões ambientais exige que a gente sempre olhe do todo para as partes, e delas para o todo, do que está perto para o que está do outro lado do mundo.Também precisamos analisar em que aspectos nossas ações individuais podem contribuir e quando elas não bastam. Ou seja, em que situações são necessárias ações coletivas e de mobilização social, como por exemplo, na formulação de políticas públicas ou na luta pelo acesso à água limpa.


#pratodosverem Áudio descrição resumida: Foto de duas mulheres na beira de um riacho cercado por vegetação. Elas estão de lado. Uma delas está agachada com a mão próxima à água.

Medidas de redução do consumo e desperdício de água precisam ser tomadas por todo mundo, em nossas casas e locais de trabalho e a reflexão sobre o tema precisa fazer parte das ações de educação ambiental nas escolas e em outros espaços educadores.

Além de “fechar a torneira enquanto escova os dentes ou ensaboa a louça” e “tomar banhos rápidos”, selecionamos algumas formas não tão óbvias que você pode colocar em prática para contribuir com a conservação da água: - Comprar alimentos orgânicos para diminuir a contaminação da água por agrotóxicos. - Evitar o uso de descartáveis como copos, talheres, canudos que têm uma vida útil super curta e sua produção exige o uso de água. - Evitar o consumo de qualquer tipo de plástico: sacolinhas de supermercado, canudo, embalagens, etc. Quando consumir, cuidar para que sejam destinados corretamente para a reciclagem ou aterro sanitário. Muitas vezes os plásticos vão parar nos rios e oceanos e intoxicam os animais aquáticos. - Evitar o consumo de produtos que liberam microplásticos. Os microplásticos estão presentes em muitos cremes e sabonetes esfoliantes, em tecidos sintéticos como o poliéster e até em tecidos feitos de garrafas PET recicladas. Os microplásticos poluem as águas e prejudicam a saúde dos animais, inclusive a dos seres humanos. - Buscar alternativas para as tintas e corantes poluentes, como roupas com tingimento natural, uso de tintas naturais para pintar paredes, etc. - Defender a preservação das áreas naturais, especialmente áreas de preservação permanente como as matas galerias e ciliares ao redor das nascentes e rios. - Diminuir ou suspender o consumo de carnes, já que sua produção consome muito mais água do que a produção de vegetais. - Consumir de forma responsável, preferindo consertar e reutilizar antes de comprar algo novo. É sempre bom lembrar que TUDO gasta água para ser produzido. - Instalar um sistema de aproveitamento de água da chuva na sua casa, escola ou local de trabalho, diminuindo o uso da água tratada para lavar quintais, regar plantas ou mesmo dar descarga no banheiro. - Manter áreas permeáveis na cidade, evitando cimentar ou cobrir com pisos os quintais e entradas das casas para permitir que a água da chuva penetre no solo e, dessa forma, evitar enchentes e reabastecer reservas subterrâneas. Você tem mais alguma ideia para contribuir com a conservação da água? Conte pra gente pelas redes sociais usando a hashtag #ideiaspelaagua

Então, nossa proposta para você é: acompanhar as discussões sobre a água que estão acontecendo no nosso país e definir uma meta para você contribuir ainda mais com a conservação da água na sua região. Sobre o 8º Fórum Mundial da Água: Site: http://www.worldwaterforum8.org/ Facebook: https://www.facebook.com/ForumMundialdaAgua8 Instagram: @worldwaterforum8 Sobre o FAMA – Fórum Alternativo Mundial da Água: Site: http://fama2018.org Facebook: https://www.facebook.com/FAMA2018/ Instragram: @FAMA2018_forum


O tema "água" traz um mundo de possibilidades para a educação ambiental. Se quiser saber mais sobre como colocar a educação ambiental em prática com esse e vários outros temas, conheça nosso curso online: www.fubaea.com.br/cursoeducacaoambiental2019





#agua #AçãoColetiva #PráticasSustentáveis