Foto de quatro pessoas em uma área aberta. Um jovem usa venda e bengala.

#Pracegover #Pratodosverem  Foto de quatro pessoas em pé em um ambiente aberto. Do lado esquerdo é vista uma mulher com uma câmera fotográfica na mão. Ao seu lado é visto um jovem usando uma venda colorida e uma bengala. Ele está de braços dados com uma mulher que segura uma prancheta. Do lado direito é vista uma mulher com as mãos atrás das costas. Ao fundo é visto um gramado, uma cerca e uma pessoa andando.

Manual de audiodescrição

    Olá, bem vinda ou bem vindo ao manual de audiodescrição do BoRa! Este manual foi elaborado pela equipe da Fubá Educação Ambiental com o objetivo de trazer contribuições para a produção de materiais educativos e ampliar o acesso ao conhecimento sobre audiodescrição.

   

 
 

1. Introdução

Espaços de educação não formal como zoológicos, trilhas e museus oferecem oportunidades educativas, de turismo e lazer, proporcionando vivências no âmbito da educação ambiental. Considerando-se que muitas vezes esses espaços não possuem equipe suficiente para que todas as visitas sejam acompanhadas por guias e menos ainda por uma equipe especializada no atendimento às pessoas com deficiência, surgiu a proposta de criação de um aplicativo móvel de educação ambiental para guiar visitas em espaços de educação não formal.

Acreditando que a educação ambiental é um direito de todas as pessoas, o aplicativo BoRa PESC é baseado no desenho universal e possui recursos de acessibilidade para várias especificidades, incluindo o recurso de audiodescrição em todas as imagens estáticas que fazem parte do conteúdo do aplicativo.

 

As audiodescrições foram feitas por uma educadora especial, visando atender as demandas de pessoas cegas ou com baixa visão que visitam esse espaço educador, permitindo que elas tenham acesso aos conteúdos visuais de forma verbal, possibilitando que suas visitas sejam qualificadas.

2. Tecnologia Assistiva e Audiodescrição

De acordo com Bersch e Tonolli (2006) o conceito de Tecnologia Assistiva é utilizado para identificar as ferramentas, recursos e serviços que contribuem para ampliar as habilidades funcionais de pessoas com deficiência, incapacidades ou mobilidade reduzida, promovendo autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão.

A audiodescrição é entendida como uma tecnologia assistiva quando percebida como possibilidade de promover o acesso aos conteúdos visuais por  pessoas com deficiência visual ou outras necessidades. É uma modalidade de tradução que transforma em palavras tudo aquilo que é visual. Ela permite que pessoas cegas ou com deficiência visual possam formar imagens mentais, criar representações e identificar elementos visuais, por meio de uma tradução realizada sem interpretações de uma imagem ou de um conteúdo audiovisual.  

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

Arara-canindé comendo uma espiga de milho.

#Pracegover #Pratodosverem Foto de Arara Canindé comendo uma espiga de milho. A arara-canindé é vista da parte superior do tronco para cima. Possui o topo da cabeça verde com finas listras pretas no rosto branco. Os olhos são pequenos, pretos e de íris amarela. O bico é  preto, curvo com ponta fina. Possui um colarinho preto na garganta. A barriga, parte inferior das asas e cauda são amarelas.  As costas e a parte superior das asas são azuis. A arara é vista segurando uma espiga de milho perto da boca com uma de suas patas com garras. O fundo da imagem mostra vegetação verde desfocada.

 
 

3. Audiodescrição na Fubá

Na Fubá Educação Ambiental temos trabalhado para que os conteúdos sejam cada vez mais acessíveis, sendo que um dos recursos mais usados em nossas atividades e inclusive nas redes sociais é a audiodescrição. Além de disponibilizar esse recurso, é necessário deixá-lo acessível de diferentes formas, como em texto aberto e compatível com leitores de tela, ou em arquivo de áudio quando em formato digital, ou por exemplo escrito em braille.

 

Para elaborar uma audiodescrição há várias recomendações e passos importantes a serem considerados. Podemos resumir a audiodescrição de uma imagem estática em três etapas:

1. Ao iniciar, é necessário apresentar um resumo geral do que se trata a imagem e do seu formato em uma frase curta e objetiva. É importante dizer se é de uma foto, uma pintura, um cartaz, entre outros. Por exemplo: Foto de duas pessoas abraçadas. Pintura de uma paisagem.

2. Em seguida, descreva e indique a posição dos elementos principais que compõem a imagem. Normalmente a descrição é feita da esquerda para a direita, e de cima para baixo, ou como dizemos, em formato de cruz. Você pode acrescentar detalhes como cores.

3. Por último, são apresentados o fundo da imagem e os elementos secundários. Exemplo: Ao fundo há montanhas cobertas por vegetação e um céu azul-claro. 

Você sabia que muitas pessoas com deficiência visual querem saber sobre as cores?

Sim, muitas pessoas com deficiência visual querem saber sobre as cores. Quem já enxergou lembra-se delas, e quem não, pode formar uma ideia relacionada a cada cor em sua mente. Exemplo: A mulher usa um boné rosa, óculos preto, camiseta branca, calça e tênis pretos. 

Elaborar uma audiodescrição pode parecer um processo demorado e difícil, mas fica mais fácil com a prática. Ao fazer ou ler uma audiodescrição, passamos a prestar mais atenção aos detalhes e nos deparamos com novas descobertas. Para se habituar, é possível encontrar perfis em redes sociais que utilizam deste recurso.

 

Normalmente, antes das audiodescrições são utilizadas as hashtags: #PraCegoVer e #PraTodosVerem. Esses termos podem soar estranhos em um primeiro momento, mas essas hashtags foram criadas pela professora baiana Patrícia Braille. Pelo fato de  conviver com muitas pessoas cegas, ela sempre descrevia as imagens que postava. Decidiu então lançar as hashtags para que não fosse mais uma ação individual e sim coletiva. Desde então, essas hashtags se popularizaram e são bem aceitas pelas pessoas com deficiência visual. Além de tornar o conteúdo mais acessível, o uso dessas hashtags também chama a atenção de quem não têm dificuldades para enxergar, sensibilizando mais pessoas sobre a importância da acessibilidade no meio digital.

 

A seguir, iremos especificar os tipos de audiodescrições realizadas para o BoRa, aplicativo destinado à educação ambiental de espaços educadores não formais como zoológicos, trilhas, museus e aquários. Para isso, desenvolvemos protocolos sistematizados com o passo-a-passo para coleta de dados e para produção das audiodescrições.

4- Audiodescrição de animais

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

Rosto de onça parda de frente.

#Pracegover #Pratodosverem Foto de rosto de onça-parda de frente. A onça-parda tem pelo bege. A cabeça é grande e oval, com orelhas grandes de ponta arredondada. Os olhos são grandes e redondos. O interior das orelhas, áreas laterais do focinho são brancas. Têm bigodes brancos, finos e longos. O fundo da foto mostra parte do corpo da onça desfocado.

Na audiodescrição dos animais, consideramos suas características físicas e  também suas dimensões. Para isso, consultamos as placas dos animais, localizadas no próprio zoológico, livros, artigos, web e fotos, com o objetivo de encontrar informações mais fidedignas e convergentes. Pesquisamos a confluência de informações técnicas como peso e tamanho de animais. Pedimos uma relação para a equipe veterinária com pesos e medidas estimadas de cada espécie e procuramos obter fotos dos animais por completo, ou várias fotos de suas partes para descrever por inteiro. Além disso, foi necessário avaliar várias fotos de uma mesma espécie para identificar manchas padrão individuais, a fim de descrever só o que é padrão da espécie ou apontar o que pode variar. 

Durante a descrição, informamos sobre as características físicas do animal, e quando há variações entre a própria espécie, apontamos quais são, como por exemplo as várias possibilidades de cor das lhamas. Além disso, informamos quando um animal apresenta características distintas em  diferentes em fases da vida.

Evitamos comparações com outros animais ou objetos, pois as pessoas podem não conhecer os exemplos. Também apresentamos nomes de estruturas corporais com uma linguagem mais simples, por exemplo, ao falar sobre a envergadura, dizemos: medida “de asas abertas”.

Iniciamos o texto apresentando a dimensão dos animais, em metros e/ou centímetros e o peso em quilos ou gramas, seguido da descrição de cima para baixo (cabeça até a cauda) do animal.  Usamos como base o seguinte modelo, com os espaços entre parênteses para preencher:

Modelo para audiodescrição dos animais

O/A (nome do animal no singular)  mede cerca de... pesa cerca de…(Apresentar dimorfismo sexual caso tenha). É (cor), tem a cabeça (tamanho, características), orelhas (tamanho, características), olhos (tamanho, características), focinho (tamanho, características), pescoço (tamanho, características), tronco (tamanho, características), pernas (tamanho, características), cauda (tamanho, características).Quando filhote (características muito diferentes se tiverem).

 

Exemplos

WhatsApp Image 2021-11-02 at 20.55.27.jpeg

A arara-militar mede cerca de 80 centímetros e pesa cerca de um quilo. Tem penas verdes, com topete vermelho sobre o bico. Os olhos são redondos e pequenos. O rosto é rosa com finas listras pretas. Possui bico preto e curvo. As asas são azuis na parte de cima e amarelas na parte de baixo. A cauda é vermelha e azul. O recinto delas é fechado com tela nas laterais e vidro na frente. Tem plantas e galhos finos.

#Pracegover #Pratodosverem Print de tela do app BoRa mostrando figurinha da Arara-militar. Na parte superior é visto um ícone de menu seguido do texto Figurinha e dos ícones de audiodescrição e de libras. Abaixo a figurinha é composta por uma foto da arara-militar, seguida do nome Arara-militar, o nome científico Ara militaris e o texto: a cor principal é verde, com detalhes azuis, amarelos e vermelhos. Que outras araras você conhece? Que cores elas têm? Abaixo da figurinha é visto um botão com ícone de estrela e o texto Coletar! 

O cisne-de-pescoço-preto mede cerca de 50 centímetros de altura, e um metro de comprimento de asas abertas. Pesa cerca de oito quilos. Tem penas. A cabeça é pequena e o pescoço fino e longo, ambos pretos. Possui uma listra branca dos olhos até a nuca. Tem olhos pequenos e pretos. O bico é preto com uma crista carnuda e vermelha na parte superior.  O corpo é branco.  Quando filhote é branco acinzentado. O recinto deles é cercado, todo gramado e tem grandes pedras.

#Pracegover #Pratodosverem Print de tela do app BoRa mostrando figurinha do Cisne-do-Pescoço-Preto. Na parte superior é visto um ícone de menu seguido do texto Figurinha e dos ícones de audiodescrição e de libras. Abaixo a figurinha é composta por uma foto do cisne-do-pescoço-preto, seguida do nome Cisne-do-Pescoço-Preto, o nome científico Cygnus melancoryphus e o texto: É fácil saber porque recebe esse nome. Ele tem o pescoço e a cabeça pretos e corpo branco. Se você fosse receber um nome pelas roupas que está vestindo, qual seria? Abaixo da figurinha é visto um botão com ícone de estrela e o texto Coletar! 

WhatsApp Image 2021-11-02 at 20.56.10.jpeg

5- Audiodescrição dos recintos dos animais 

furão em recinto no parque ecológico de são carlos

#Pracegover #Pratodosverem Foto de um furão em seu recinto no Parque Ecológico de São Carlos. O furão está de pé apoiado em um vidro transparente. Ele possui pelos, tem o corpo e rabo finos e compridos. A cabeça é pequena com pequenas orelhas no topo. Os olhos e focinho são pretos e pequenos. Apresenta bigode de fios curtos, claros e finos.  A testa, orelhas, e as costas são amarelados. Possui  o rosto, garganta, barriga e patas pretas. O recinto deles tem um vidro baixo na frente. Há pequenas tocas, galhos, grama, areia e um pequeno lago.

Os espaços ocupados pelos animais também são descritos de forma breve, em média com uma ou duas frases, após a descrição do animal. Utilizamos o  singular ou plural, de acordo com a quantidade de animais no espaço, de acordo com o modelo a seguir:

Modelo para audiodescrição dos recintos

O recinto dela(s)/dele(s) é ( fechado com telas, cercado, com vidro na frente). Tem (Árvores, lago, troncos caídos…).

 

Exemplos

IMG_2766.JPG

Audiodescrição resumida do recinto dos pinguins-de-magalhães:

O recinto deles é fechado por vidros e parcialmente coberto. Dentro da área coberta há rochas e um lago. Do lado direito, tem uma escada e um corredor coberto com vidros dos dois lados. Tem um vidro transparente no chão com passagem de água que vai até a área descoberta, onde tem uma pequena piscina.

Audiodescrição resumida do recinto dos bugios:

O recinto deles é formado por dois espaços telados ligados por túneis suspensos. Têm galhos finos com cordas largas amarradas.

IMG_2144.jpg
IMG_2145.jpg

6- Audiodescrição de espécies vegetais

Assim como as audiodescrições de animais, também utilizamos as dimensões no início, seguido das características físicas e local onde se encontra. Por exemplo, ao descrever uma árvore, apresentamos qual o diâmetro do tronco, comprimento da árvore, tamanho das folhas, como são os galhos, tronco e copa, entre outras características. 

 

A seguir, temos um exemplo de planta apresentada na primeira tela, e sua respectiva audiodescrição na segunda tela:

Foto dos galhos e folhas da árvore Barbatimão. O Barbatimão mede cerca de 5 metros de altura. Possui um tronco tortuoso e ramificado, com cerca de 30 centímetros de diâmetro. Possui ramos com folhas divididas em pequenas partes arredondadas e verde-claras. O fruto é do tipo vagem, grosso, carnoso e alongado com cerca de 10 centímetros de comprimento.

 

#Pracegover #pratodosverem Print de tela do app BoRa mostrando figurinha Saberes de gerações. Na parte superior é visto um ícone de menu seguido do texto Figurinha e dos ícones de audiodescrição e de libras. Abaixo a figurinha é composta por uma foto de uma árvore barbatimão, seguida do nome Saberes de Gerações, o nome científico Stryphnodendron adstringens e o texto: O Cerrado é preservado por povos tradicionais que vivem sem danificá-lo. Saberes como o uso medicinal do barbatimão são passados de geração em geração. O que você já aprendeu com pessoas mais velhas? Abaixo da figurinha é visto um botão com ícone de estrela e o texto Coletar! 

WhatsApp Image 2021-11-02 at 21.40.56.jpeg
 
 

7. Pode usar à vontade!

Abaixo você tem acesso a mais alguns exemplos de audiodescrições de animais e plantas que produzimos ao longo do nosso projeto. Se você estiver trabalhando em um projeto educativo ou qualquer outra iniciativa e queira usar as nossas audiodescrições para melhorar a acessibilidade para pessoas com deficiência visual, fique à vontade. Se for possível, pode copiar e colar. E também pode adaptar o que for necessário. Nós queremos que cada vez mais pessoas tenham acesso à natureza e à educação ambiental.

 

Caso você não encontre a espécie que procura por aqui, pode procurar direto nos nossos aplicativos:

 

BoRa Parque Ecológico de São Carlos - aproximadamente 100 espécies da fauna da América do Sul descritos - bit.ly/bora-pesc

 

BoRa Trilha da Natureza - espécies vegetais e animais do Cerrado descritos - bit.ly/bora-trilha

BoRa Parque Nacional do Iguaçu - espécies vegetais e animais da Mata Atlântica descritos - bit.ly/bora-pni

E aí? BoRa aprender a descrição de alguns animais e plantas?

 
Ararajuba

Ararajuba

Guaruba guarouba

Audiodescrição:

A ararajuba mede cerca de 34 centímetros e pesa 300 gramas. Tem penas amarelas com a ponta das asas verdes. Os olhos são pequenos, pretos e redondos, com laterais brancas. O bico é pequeno, curvo e com ponta fina. As garras são em pele rosada.

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

cachorro-do-mato

Cachorro-do-mato

Cerdocyon thous

Audiodescrição:

O cachorro-do-mato mede cerca de 65 centímetros de comprimento e 30 centímetros de altura. Pesa cerca de oito quilos. Possui pelos que variam do cinza ao castanho, com faixa de pelos pretos da nuca até a ponta da cauda peluda. Possui olhos redondos e castanho-escuros. O focinho é curto e as orelhas são arredondadas. O peito e as orelhas são castanho claros. As patas são pretas. 

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

ema

Ema

Rhea americana

Audiodescrição:

A ema mede cerca de um metro e 70 centímetros e pesa cerca de 35 quilos. Tem a cabeça pequena e fina, com olhos grandes, redondos e pretos. Possui cílios longos e um bico comprido e arredondado na ponta. O pescoço e as canelas são finos e longos. Possui o corpo robusto coberto por penas. A parte inferior do corpo é esbranquiçada. Possui garras curtas. O macho possui a região anterior do peito e o pescoço mais grosso e preto. 

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

Guanaco
jacaré-de-papo-amarelo

Guanaco

Lama guanicoe

Audiodescrição:

O guanaco mede cerca de um metro e pesa cerca de 100 quilos. Tem pelo marrom com a barriga.  Apresenta pelos mais volumosos nas costas. O rosto e o pescoço tem pelos curtos e acinzentados. As orelhas são longas, em pé, e seus olhos são grandes, redondos e castanhos. O pescoço e as pernas são finos e longos. A cauda é curta.

Jacaré-do-Papo-Amarelo

Caiman latirostris

Audiodescrição:

O jacaré-do-papo-amarelo mede cerca de três metros e pesa cerca de 80 quilos. Apresenta coloração que varia do verde-amarelado ao marrom-escuro. A barriga é amarelada. Possui rosto e focinho largos, corpo e caudas longas, quatro membros curtos e rasteiros com unhas curtas.

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

Jaguatirica

Jaguatirica

Leopardus pardalis

Audiodescrição:

A jaguatirica mede cerca de um metro de comprimento, e pesa cerca de 18 quilos. Possui cabeça grande, orelhas arredondadas e rosadas. Possui pelos. Os olhos são grandes e castanho-claros. O focinho é rosado com bigodes de fios longos. Possui manchas pretas, brancas e castanhas em todo o corpo. Do topo da cabeça até cada um dos olhos, há uma listra grossa e preta. Possui um rabo com listras largas e pretas. Toda a parte inferior é esbranquiçada. 

Foto: Acervo Parque Ecológico de São Carlos

Macaco-Aranha-de-Cabeça-Vermelha

Macaco-Aranha-da-Cara-Vermelha

Ateles paniscus

Audiodescrição:

O macaco-aranha-da-cara-vermelha mede cerca de 62 centímetros e pesa cerca de oito quilos. Possui pelos lisos e pretos. A cabeça é pequena com o rosto em pele vermelha. As pernas e braços são compridos. A cauda é longa e fina na ponta. 

Coruja Murucututu-de-barriga-amarela
tamanduá-bandeira

Murucutu-da-Barriga-Amarela

Pulsatrix perspicillata

Audiodescrição:

A coruja murucututu de barriga amarela  mede cerca de 54 centímetros e pesa cerca de 670 gramas. Tem penas, um rosto redondo e castanho e sobrancelhas amarelas. O bico é acinzentado, e em volta é bege. Os olhos e as costas são castanho-escuros. A barriga é amarelada. A cauda contém listras brancas. 

Tamanduá-bandeira

Myrmecophaga tridactyla

Audiodescrição:

O tamanduá-bandeira mede cerca de 60 centímetros de altura e 2 metros de comprimento. Pesa cerca de 60 quilos. A cabeça é pequena e estreita com focinho fino, cilíndrico e comprido. Os olhos e orelhas são pequenos. Possuem pelos grossos e longos e uma grande cauda. É cinza ou marrom e possui uma faixa preta e larga com bordas brancas. A faixa se estende na diagonal, do pescoço até as costas.  As patas frontais são esbranquiçadas com punhos pretos. Tem quatro dedos com garras alongadas, sendo as do segundo e terceiro maiores. As patas posteriores são pretas com faixa esbranquiçada nos tornozelos e garras curtas.