• Mayla Valenti

Pensar localmente, agir localmente

Atualizado: 29 de Abr de 2019


Não, o título não está errado! :-) Hoje nós queremos chamar a sua atenção para a importância da contextualização nas ações de Educação Ambiental. Muitas(os) educadoras(es) ambientais se sentem frustradas(os) quando não conseguem engajar o seu público como esperavam. Isso é muito comum. E ninguém está imune a essa situação. Às vezes as participantes não acham aquele tema tão interessante como nós achamos, ou não estão dispostas a uma dinâmica naquele momento. Outras vezes nós percebemos que as pessoas não se sensibilizam tanto quanto nós sobre a importância da conservação da natureza. Isso é algo que todo mundo que trabalha com Educação vai enfrentar em algum momento. Mas existe uma forma de diminuir (e muito) as chances disso acontecer! E a chave para isso é pensar sim localmente quando planejamos uma ação educativa.

Quando nós conhecemos bem o nosso público, ou os problemas ambientais de uma comunidade e as potencialidades de um espaço, a chance de propormos uma atividade que faça sentido para aquelas pessoas é muito maior. Quando aproximamos o conteúdo do cotidiano das(os) participantes, nós conseguimos mostrar com mais facilidade que as mudanças das ações delas poderão ter um efeito real, visível, palpável. É por isso que contextualizar localmente uma ação educativa é tão importante. Imagine você com um grupo de estudantes que moram no interior do Estado de São Paulo falando da importância da conservação das aves da Amazônia. Agora, imagine você com o mesmo grupo, mostrando as aves que estão logo ali, no pátio da escola, ou na área verde daquele bairro. A conexão que essas(es) estudantes terão com o tema será muito maior na segunda situação. Concorda? Então, aqui vão algumas dicas para você planejar a sua ação educativa de forma mais contextualizada: 1- Pergunte! Dialogue sempre com o seu público para entender quais são os reais problemas do local. Quais soluções já foram testadas? Quais temas são interessantes para essas pessoas? 2 - Use exemplos locais. Pesquise sobre as espécies que ocorrem na região, sobre as áreas verdes daquele território, sobre os impactos ambientais que acontecem naquele lugar, sobre as memórias que as pessoas têm da região e mostre exemplos reais e locais sempre que for abordar um determinado tema. 3 - Desenvolva um diagnóstico participativo. Sempre que possível, envolva seu público no diagnóstico local e, a partir dele, defina coletivamente um objetivo para sua ação educativa. É claro que não estamos dizendo aqui que as questões globais não são importantes! Ou que as pessoas nunca vão se sensibilizar por uma causa que não as atinge diretamente. Pensar e agir globalmente também são objetivos da Educação Ambiental. Mas talvez não seja a melhor forma de começar... Então, te perguntamos: como você pode contextualizar melhor a sua prática na Educação Ambiental? Conta pra gente as suas ideias e o que você já pratica nas suas atividades! :-)

E agora nós queremos te fazer um convite!


Para se cadastrar no FubáZINE é só preencher seus dados aqui: https://goo.gl/cWKxXQ


E espia: fizemos uma aula aberta online sobre como desenvolver projetos e materiais educativos em diferentes contextos na Educação Ambiental. Se quiser assistir, você pode acessá-la pelo link: https://www.youtube.com/watch?v=JHKFliV61DE .

Nessa aula, falamos sobre os desafios e as potencialidades de se desenvolver projetos e materiais educativos de Educação Ambiental em contextos variados: na escola, em empresas e em outros espaços de educação não-formal, como áreas naturais, museus e em comunidades. Você vai ver que cada um desses contextos de atuação têm especificidades que devem ser consideradas no planejamento e na prática educativa. E, claro, a criatividade para superar os desafios e criar a partir dos potenciais de cada contexto também será abordada como uma ferramenta para evitar repetir fórmulas prontas e inovar na Educação Ambiental.


#pratodosverem Audiodescrição resumida: Foto de um rio cercado por árvores.


Gostou da aula aberta? Se sim, te convidamos para o nosso curso online de formação em educação ambiental.

Saiba mais no link: www.fubaea.com.br/cursoeducacaoambiental2019



#contexto #Criatividade #Participação #diálogo #Video

Acessibilidade: nosso site possui audiodescrição das imagens como texto alternativo ou em caixas de texto. Quando possível, incluímos janela de LIBRAS.

Conteúdo inspirador sobre teoria em prática na educação ambiental direto no seu e-mail:

Entre em contato!

contato@fubaea.com.br

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Logo do FubáZINE