Entre em contato!

contato@fubaea.com.br

Conteúdo inspirador sobre teoria em prática na educação ambiental direto no seu e-mail:

Acessibilidade: nosso site possui audiodescrição das imagens como texto alternativo ou em caixas de texto. Quando possível, incluímos janela de LIBRAS.

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon
  • YouTube Social  Icon
Logo do FubáZINE
  • Mayla Valenti

sustentabilidade urbana - Morada da Floresta

Atualizado: 2 de Mai de 2019


Quando a gente fala em sustentabilidade e harmonia com a natureza provavelmente a primeira imagem que vem à cabeça da maioria das pessoas é um ambiente bucólico, no campo, ou em meio a um ambiente natural. Mas a verdade é que boa parte da população mundial vive em um ambiente urbano. Então, precisamos encontrar soluções sustentáveis partindo também desta realidade. Foi nessa perspectiva que a Ana Paula e o Cláudio fundaram a Morada da Floresta, uma empresa social que oferece produtos e serviços que incentivam a adoção de práticas sustentáveis no cotidiano e contribuem para o despertar de uma consciência ecológica. Nós entrevistamos a equipe da Morada da Floresta para te mostrar o caminho que a Ana Paula e o Cláudio trilharam nessa busca pela sustentabilidade no meio urbano, com foco principal na compostagem de resíduos orgânicos. Fubá: como surgiu a Morada da Floresta? Morada: a Morada da Floresta surgiu da busca do casal Claudio Spínola e Ana Paula Silva de viverem em harmonia com os ciclos da vida, com responsabilidade sobre suas ações e seus efeitos na Terra. Assim, eles transformaram, no início dos anos 2000, a própria residência em uma experiência de permacultura na cidade, com adaptações para aproveitar a luz solar e a água da chuva e gerar alimentos com horta urbana, além de aproveitar os resíduos orgânicos gerados pelas suas refeições diárias, através da compostagem. Fubá: por que vocês resolveram focar o trabalho na compostagem? Morada: essa vivência levou ao aprimoramento de alguns produtos, entre eles o de uma composteira, adequada para a produção de adubo a partir de restos da cozinha. O sistema usado pelo casal era fácil e prático, sem riscos ou incômodos como mal cheiro, por exemplo, e inspirou outros a imitá-los. A fabricação e venda de composteiras passou a ser uma de suas principais atividades, a ponto de se tornarem referência em compostagem no Brasil. Essa atividade ganhou escala quando desenvolveram junto com a prefeitura o projeto Composta São Paulo, presenteando duas mil famílias com composteiras domésticas e as capacitando para utilizá-las e expandir esse novo hábito entre amigos, colegas e familiares.


#pratodosverem Audiodescrição resumida: Foto de composteiras domésticas. Há seis composteiras de cores e tamanhos de caixas diferentes. Abaixo da imagem, no canto esquerdo está escrito: composteiras domésticas, sustentabilidade começa em casa! No canto direito está o logo da Morada da Floresta.

O lixo urbano é um dos maiores desafios atuais. Só em São Paulo são mais de 12 mil toneladas diárias depositadas em aterros que demandam um custoso trabalho de gerenciamento de gases e efluentes contaminados. Cerca de 60% desses resíduos são materiais orgânicos, provenientes de cozinhas e manutenção de praças e jardins. Esses dois elementos podem, contudo, serem combinados com facilidade em minhocários que os transformam em adubos líquidos e sólidos para renutrir os solos. A Morada da Floresta faz a demonstração desse processo em seu dia a dia, e difunde essa nova cultura de círculos virtuosos de aproveitamento de tudo que gera. Fubá: o que as pessoas procuram quando compram um minhocário? Qual é o principal objetivo delas? Morada: as composteiras, com minhocas para acelerar o processo - sistema mais vantajoso entre todos que a família Spínola Silva experimentou, atraem cada vez mais interessados em dar um destino correto aos resíduos orgânicos que geram. Além de não descartá-los como lixo, podem, com elas, produzir novos nutrientes para hortas e jardins. Fubá: além da venda do minhocário, quais são as outras ações da Morada da Floresta atualmente? Morada: Claudio e Paula desenvolveram uma linha de produtos ecológicos para cuidar de bebês, conforme tiveram seus dois filhos: a menina Violeta e o menino Micah. Entre eles, criaram uma modelagem exclusiva de fraldas de pano modernas, que evitam a geração de toneladas de fraldas descartáveis de lixo. O trabalho conjunto do casal transformou, ao longo da última década, a Morada da Floresta em um centro de soluções socioambientais, cursos, produtos, serviços e projetos para incentivar práticas sustentáveis cotidianas e contribuir para o despertar de uma consciência natural e ecológica de cuidado consigo mesmo, com o próprio lar, escolas, ambientes de trabalho e com nosso Planeta, estimulando a transformação de paradigmas atuais rumo à Sustentabilidade Planetária.


#pratodosverem Audiodescrição resumida: Foto de crianças sentadas em roda. É dia. Eles estão em uma área externa com plantas.

Hoje, quem quer ter uma atitude responsável e que alivia o stress constante sobre os recursos naturais encontra na Morada soluções criativas e práticas para adotar um estilo de vida equilibrado e ecológico. --- Nós adoramos essa história porque ela mostra como uma busca mais individual, no âmbito familiar, pode se transformar em uma ação coletiva com grande impacto na vida de muitas pessoas e na conservação ambiental. Temos certeza de que se você está nessa busca, pode inspirar muita gente também! Já pensou nisso? Então, a nossa proposta para você nessa semana é refletir sobre como as suas ações individuais podem se espalhar pelo mundo! ;-) Depois, conta pra gente a sua história? Se você quiser conhecer mais sobre a Morada da Floresta, é só entrar no site: http://www.moradadafloresta.org.br/



Quer saber mais sobre como colocar a educação ambiental em prática também no seu cotidiano? Então venha conhecer nosso curso online!

Saiba mais no link: www.fubaea.com.br/cursoeducacaoambiental2019



#compostagem #residuos #residuosorganicos #residuosurbanos #lixourbano #sustentabilidade #cidade